Monster Bus é heavy metal em ação!

Monster Bus no Tocantins Música Expressa em Palmas-TO


A Monster Bus é uma banda de heavy metal de Goiânia-GO. Surgiu em meados de 2009 com foco em temáticas sociais e produz seus próprios clipes musicais. Já tem três Eps no currículo, o Trilogia do Trânsito (2009) acompanhado de um DVD, o Metal is Our Bizniz (2011) e o Rocklab (2011) que reúne as músicas dos Eps anteriores. Conheça um pouco mais da história da banda contada pelo vocalista Waller e o guitarrista Moyz.

InfoRock! : Para quem não conhece a banda, como começou a Monster Bus?

Moyz: A banda surgiu com a ideia de fazer um documentário sobre o eixão anhanguera e viu que era muita coisa para fazer um documentário, e decidimos fazer um clipe. De 4 horas, diminuímos para 4 minutos. Depois do vídeo pronto, e de muitos acessos no youtube,vimos que daria certo fazer uma banda que falasse sobre caos, metrópole e que seguisse as premissas básicas do heavy metal.

InfoRock! : A banda já teve outras formações? Qual a diferença da atual comparada as anteriores?

Moyz: No início eram eu ( Moyz) na guitarra, o Cássio no baixo e o Waller na bateria e vocal.  Precisavámos soltar o Waller da bateria, daí veio o Pedro. Depois veio o Rafael para substituir o Cássio no baixo e o Piruca no lugar do Pedro na bateria. A diferença é que a formação atual é a que se firmou mesmo como uma banda.

InfoRock! : A influência do Accept é óbvia na Monster Bus, pois a banda gravou um clipe no youtube com o cover da música " princess of the down", mas que outros nomes da música influenciaram a Monster Bus?

Moyz: A Monster Bus tem uma ligação muito forte com o Accept, mas somos muito influenciados também pela New Wave of British Heavy Metal (NWOBHM), nomes como Iron Maiden, Judas Priest, Black Sabbath e Deep Purple.

InfoRock! : A banda já lançou dois eps, o Trilogia do Trânsito (2009) que veio acompanhado de um dvd e o Metal is Our Bizniz (2011), e depois  gravaram as músicas dos dois eps em um só, o  Rocklab (2011), em que aspectos a banda evoluiu ?

Waller:A evolução da banda se percebe em todos os sentidos. As primeiras gravações, na época da Trilogia do Trânsito, foram feitas basicamente por mim (ainda na bateria, cumulando os vocais) e pelo Moyz. Baixo e outras coisas eram feitas por músicos de estúdio. A partir do Metal is Our Biznis, passamos a gravar já com uma banda estabelecida, o que facilitou muito.  

InfoRock! : Como funciona o processo de criação da Monster Bus? Vocês compõem juntos?

Waller: Em geral, eu faço a letra e o Moyz coloca um riff em cima. Isso aconteceu num punhado de músicas, sobretudo as gravadas em português. Para as letras em inglês, o processo costuma ser inverso: os caras vêm com um riff, e eu penso numa letra. Foi assim com Hard to Learn, por exemplo.

InfoRock! : Como surgiu a ideia da criação da recém-lançada música “o moralista"? 

Waller: O Moralista é a típica música do Monster Bus, som pesado, com a letra relacionada a alguma coisa da realidade local. A saga de um certo ex-senador, abatido em voo, enquanto buscava uma certa ascensão nacional, nos chamou a atenção desde o primeiro momento. Musicá-la foi questão de tempo.

InfoRock! : Em quais festivais a banda já tocou? como tem sido a reação do público nos shows?

Waller: Já tocamos no Grito Rock, em Goiânia, duas vezes no Fica, na cidade de Goiás (2010 e 2012), e agora no TOME, em Palmas. Temos feito também alguns shows em outras casas, em Goiânia. A recepção do público tem sido muito boa - estamos realmente satisfeitos com o progresso da banda.

InfoRock! : Vocês tocaram no Tocantins Música Expressa (TO.M.E.) em Palmas-TO no dia 14 de setembro. Como foi tocar para o público presente no Tendencies Rock Bar?

Moyz: Melhor do que eu esperava. Palmas está com uma cena tão foda como em outras capitais. Foi um dos melhores shows do ano e teve uma ótima resposta do público. O TO.M.E. foi espetacular e vai ficar na memória um bom tempo.

InfoRock! : Como você avalia a importância das redes sociais para uma banda independente? De que forma elas podem ser usadas?"

Moyz: Uma banda tem que se adaptar às novidades tecnológicas. E com as redes sociais não pode ser diferente. Diferentemente de quando começamos a ouvir Heavy Metal, hoje a música está muito acessível! As pessoas se interagem cada vez mais através dessas redes. Compartilham links, fotos, vídeos e afins, com uma velocidade incrível.Com essas ferramentas uma banda independente pode atingir pessoas que por outros meios seria mais difícil. Os contatos ficaram mais rápidos, mais eficientes. Já fechamos vários shows sem um telefone se quer. Tudo pela internet!O importante é conhecer o seu público para entregar-lhes o que querem de verdade!

InfoRock! : Quais são os atuais planos da Monster Bus?

Waller: Vamos lançar mais um vídeo nas próximas semanas, de uma música chamada 'Dark Waters', que fala sobre a poluição das águas das grandes cidades, Goiânia inclusive. Pretendemos também lançar uma coletânea com as melhores músicas dos 3 EP's que já lançamos.

InfoRock! : Obrigada pelas informações, Moyz e Waller.


Contatos :

Website: http://www.monsterbus.com.br
Facebook: http://www.facebook.com/monsterbusofficial?fref=ts
E-mail: moyzguitar@gmail.com









3 comentários:

  1. SHow ótimo caras!

    Entrevista inteligente Patrícia!

    Keep rocking!!!!!

    ResponderExcluir